Somos da nação Alaketú, hoje a mais difundida pelo Brasil, das religiões afro-brasileiras, o primeiro terreiro de candomblé Ketú fundado no Brasil, foi por princesas nagô/yorubá, originarias da cidade de Alaketu e Oyó, hoje esse terreiro é mais conhecido como Casa Branca do Engenho Velho, o rei de nossa nação é Oxossi, era a principal divindade cultuada em Ketú hoje atual república do Benin.

No Ketú temos Olorun como Deus supremo, criador de todas as coisas, e nossos orixás, que são fragmentos de Olorun representados também pela força da natureza, nossos protetores, nossos anjos da guarda, orixás não são santos, são divindades, que estão mais próximos de nós, e como contam algumas Itans ( relatos) eles viveram na terra, na origem de tudo e tiveram participação na criação, e hoje apresentam-se no aye (terra) apenas em determinadas datas, para abençoar a egbê ( comunidade) ou Yawo seu protegido, ao todo são 16 orixás mais cultuados no Brasil.

A raiz da Nossa casa é O Ilé Òsùmàrè Aràká Àse Ògòdó, mais conhecido como Casa de Òsùmàrè, é um dos mais antigos e tradicionais terreiros de candomblé da Bahia.