Nossa Umbanda é muito tradicional, fé, nossas giras são divididas em 2 linhas mediúnicas, a 1 º linha branca é formada pelas entidades de cura e limpeza espiritual, é nessa linha que é dado os passes, para tirar a negatividade as más influências, o mau olhado, e também é feito os benzimentos para cura.
Na linha branca manifestam-se as seguintes entidades (na umbanda o culto é feito para nossos antepassados, não divindades, por isso chamamos de entidades, acreditamos que estes que podem retornar do mundo espiritual para nos orientar, vem cumprir uma missão diferente dada por Deus), as linhas de preto velhos, caboclos de ogum, caboclos de Oxossi, caboclos de Xangô, linha das aguas, Boiadeiros e a linha do oriente.
A linha branca também serve de preparação para novos médiuns, para desenvolverem a mediunidade, estar firme na linha branca, é estar preparado para trabalhar na 2º linha; que é formada pela grande falange de exus e pombo-giras, que são espíritos de luz, com autorização divina, para manifestar-se em terra, para ajudar as pessoas com orientações. É nesta linha que se realizam as consultas particular, para resolver os problemas mundanos do ser, exu é quem busca caminhos, é quem resolve problemas financeiros, desemprego, perdas, traz a direção para o equilíbrio do ser…
A umbanda nasceu para ajudar os menos favorecidos, nasceu para ajudar gente humilde, sem acesso à saúde e ajudas governamentais, em nossa casa contamos com a manifestação de um espirito chamado Seu Sete da Lira, que trabalha com curas espirituais, prestando atendimento aos necessitados e realizando cirurgias espirituais, há anos ele vem dando respostas a aqueles que, já não encontram mais esperança nos médicos da terra, Seu Sete da lira vem só nos dias do mês que aparece o número 7 (7,17 e 27 ), desde que as datas não sejam em feriado ou domingo.
Pai João das Almas é um preto velho muito rezador e curador, seus benzimentos e simpatias ajudam as pessoas a se livrar de algumas mazelas como asma e bronquite, e muita orientação para a pessoa aprender a se cuidar e respeitar a todos, o Caboclo Flecheiro é muito procurado, seus passes fazem uma grande elevação na pessoa, com seu conhecimento de ervas, usa o amaci e garrafadas para cura.
A diversidade das entidades da Umbanda e suas amplas atividades de atendimento, fez que a Umbanda se difundisse rapidamente pelo Brasil, como uma religião genuinamente brasileira, nasceu agregando influências das religiões que chegaram do estrangeiro, como o Cristianismo, religiões de matrizes africana, Kardecismo e um pouco de influências do oriente, assim temos muitas rezas do catolicismo inseridos na umbanda, e também as 7 linhas da umbanda formada por orixás africanos, os passes mediúnicos herança do Kardecismo, linha cigana que traz muito da cultura e costumes do oriente, e é claro nosso caboclo brasileiro e nossos pretos velhos, seres humanos que em vida sofreram muito e foram humilhados e desprezados.
Nossos ancestrais os preto-velhos foram obrigados a rezar e adorar tudo o que a igreja obrigava, por isso hoje essa mescla de santos e orixás, mas nos dias de hoje esse sincretismo, não tem mais necessidade, apenas ficou como referência a esta triste época de escravidão e de opressão, comemora-se o dia de preto velho, dia 13 de maio, dia da abolição da escravatura.
A umbanda é uma religião de fé, estruturada na fé em Deus, busca resposta através de suas entidades que vem em missão divina, para pregar o amor, a fé, a família, a união e o crescimento espiritual.
Seu Tranca ruas das Almas é o mentor espiritual de nosso terreiro, é ele quem direciona os trabalhos de umbanda, em suas consultas ele orienta casais a seguir uma vida mais compartilhada, com mais amor e união, Seu Tranca Ruas é um exu muito evoluído, sabe compreender bem as pessoas, e dizer a palavra para dar vida nova e direção para quem busca…
Seu Zé Pelintra (José Gomes da Silva) é o exu que, mais se assemelha ao ser humano, muito festeiro e brincalhão, sabe entender o sofrimento e as angustias de quem o procura, por isso sabe dar rapidamente respostas na vida do filho, abrindo seus caminhos e orientando em suas futuras decisões.
Maria de Padilha rainha das pomba-giras, seu trabbalho é dar orientações aos corações que sofrem, dar um choque de realidade e fazer a pessoa lembrar, que nunca se deve tomar uma decisão sem estar com os pés no chão…ela viveu em Sevilha na Espanha no século XIV, hoje ela vem cumprir missão espiritual, para poder ajudar.
Seu João caveira é um exu capaz de fazer uma alquimia na vida das pessoas, como ele mesmo diz se o filho tem fé, vai vinga !, seus atendimentos são sempre as segundas feiras, com hora agendada.
Ainda temos outras entidades do nosso Pai, Tia Maria do Balaio, que vem nas sextas feiras 13, Maria Mulambo brincalhona e muito extrovertida, essa pomba gira, gosta de conversar com quem esta desperdiçando sua vida, para que este possa ver outros caminhos, o Cigano Ramirez que comanda a linha cigana, traz a alegria e o sortilégio de uma cultura milenar, povo que apesar de ser muito sofrido, nunca perde o sorriso no rosto e a vontade de dançar muito.
E sem poder citar todos, ainda temos as entidades espirituais dos filhos da corrente, que também atendem nas giras de umbanda, e que sempre estão colocando luz no caminho de quem é merecedor.
Em nossa casa um filho que participa dos trabalhos de umbanda Pode passar por rituais de iniciação e firmeza espiritual, como o Amaci, que é um preparado de ervas, é usado para limpeza e equilíbrio espiritual, ele ajuda a abrir o chakra principal fortalecendo o médium dentro da corrente e aproximando mais suas entidades.
Camarinha de umbanda é a confirmação maior, dentro da religião, o médium deve em determinado momento, passar por este ritual, para que suas entidades possam ser confirmadas, com pontos cantados, riscados, nome e apresentação de linha e falange, e possa receber os cruzamentos, um filho que passe por este ritual na umbanda estará pronto para ser um pai ou mãe de santo da umbanda, quem recebe esse axé, esta pronto para abrir sua própria casa, se acaso for da sua vontade.